Workshop Novos Equivalentes Alimentares | Porto 2ªEd [NOVO]

  • Área
    Terapia e reabilitação
  • Data
    16 de novembro de 2019
  • Local
    Porto | Espaço Atmosfera M

Workshop Novos Equivalentes Alimentares | Porto 2ªEd [NOVO]

Um equivalente alimentar corresponde à porção de um alimento cujo aporte nutricional é semelhante ao do grupo no qual se insere, em qualidade e quantidade.
As tabelas de equivalentes alimentares constituem-se como ferramentas de imensa utilidade, em contexto clínico e comunitário, para um bom exercício da profissão de nutricionista.
De um esforço conjunto por um grupo de trabalho composto por vários Nutricionistas em prol da atualização dos equivalentes alimentares, surgiu o "Manual de Equivalentes Alimentares" da Associação Portuguesa de Nutrição. Um instrumento que compila e estabelece um conjunto equivalências alimentares, fornecendo aos Nutricionistas mais opções de equivalências alimentares passíveis de serem incluídas nos seus planos alimentares, conferindo-lhes uma maior diversidade.
Este Manual acrescenta informação útil às ferramentas existentes para o mesmo fim, constituindo-se como um instrumento fundamental de trabalho do Nutricionista.
Com este curso pretende-se dotar os formandos com os conhecimentos teóricos e práticos necessários à compreensão da metodologia subjacente à génese do manual e ao seu correto uso na prática profissional.


[INSCRIÇÕES ATÉ: 1/11/2019]

Associados APN: 75,00€
Não associados APN: 175,00€

Oferta:
Manual de Equivalentes Alimentares APN

Detalhes do Curso

Destinatários

Nutricionistas ou profissionais com licenciatura conducente à profissão de nutricionista e estudantes de licenciaturas conducente à profissão de nutricionista.

Inscrição

A inscrição inclui:

- 4 horas de formação; material didático; certificado; bloco, caneta e Manual de Equivalentes Alimentares APN
 
Documentos a disponibilizar no ato da inscrição online:
- Certificado de habilitações / cédula profissional (nutricionistas ou profissionais com licenciatura conducente à profissão de nutricionista) ou comprovativo de matrícula (estudantes de licenciaturas conducente à profissão de nutricionista).

Pagamento

Associado APN: 75,00€

Não associado APN: 175,00€

- A inscrição só é tornada válida após o pagamento do valor da inscrição definido.
- A fatura será enviada por correio, para a morada indicada na ficha de inscrição.
- Em caso de desistência, a devolução do valor da inscrição só é efetuada de acordo com a política de anulação.
- A realização da ação de formação fica dependente de um N.º mínimo de 10 inscrições.
- A APN reserva-se o direito de adiamento ou cancelamento da ação de formação, mediante informação prévia aos formandos.

Metodologia

Os temas serão introduzidos através de uma breve explanação teórica por parte do formador, assente prioritariamente nos métodos expositivo e demonstrativo. Complementarmente, os assuntos serão trabalhados pelos formandos, através da realização de casos práticos, sob a orientação e supervisão do formador, e que permitem uma experimentação prática simulada dos assuntos abordados sob o ponto de vista concetual. O desenvolvimento de atividades de natureza mais prática contribuirá para uma sistematização das aprendizagens desenvolvidas pelos formandos durante as sessões de formação.

Avaliação

No âmbito da avaliação, serão consideradas as seguintes dimensões de análise:

Avaliação de diagnóstico
- sem ponderação para a classificação final do formando

A frequência com aproveitamento exige uma frequência efetiva da formação igual ou superior a 90% da carga horária total do curso.

Complementarmente é assegurado um modelo de avaliação do grau de satisfação das partes envolvidas no processo formativo, designadamente:
- Avaliação de satisfação dos formandos;
- Avaliação da ação de formação pelo formador;
- Avaliação do desempenho do formador pela coordenação pedagógica;
- Avaliação da eficácia da formação – acompanhamento pós-formação.

Recursos Físicos, Audiovisuais e Pedagógicos

A sala de formação está equipada com mesas e cadeiras adequadas à intervenção formativa e com os seguintes recursos audiovisuais:

- Computador portátil
- Projetor de vídeo
- Tela de projeção
- Flipchart
- Materiais diversos de suporte aos casos práticos.

Os espaços utilizados apresentam condições de dimensão, luminosidade, temperatura e ventilação, bem como, condições de higiene e segurança adequados.

Assiduidade

Frequência efetiva igual ou superior a 90% da carga horária do curso. O controlo da assiduidade dos formandos é efetuado através do preenchimento de um registo de presenças a distribuir pelo formador em cada sessão. Para efeitos de contabilização de presença, permitir-se-á uma tolerância de 15 minutos antes do início da cada sessão.

Equipa Pedagógica

O formador a afetar ao desenvolvimento do curso terá o seguinte perfil de competências:
- Habilitações académicas: habilitações de nível superior, com formação de base ou complementar (nomeadamente decorrente de formação profissional) enquadrada na AEF a intervir;
- Formação pedagógica: portador de Certificado de Competências Pedagógicas (CCP) ou Docente do ensino superior;
- Experiência pedagógica: experiência pedagógica anterior mínima de 3 anos;
- Experiência profissional: experiência profissional relevante na área (critério preferencial);
- Aptidões psicossociais: aptidões que contribuam para a construção de um bom ambiente de formação, como sejam o espírito de cooperação, a facilidade de comunicação e relacionamento, a flexibilidade, a tolerância e a capacidade de auto e hétero-crítica.

Metodologias de Acompanhamento

O sistema de acompanhamento a prosseguir durante a ação de formação tem como objetivos verificar:
- A conformidade na execução e o cumprimento progressivo dos objetivos pedagógicos;
- As alterações provocadas no nível de conhecimento e aprendizagem dos formandos;
- O cumprimento da planificação e estrutura programática do curso;
- A adequação das metodologias pedagógicas às necessidades e expetativas dos formandos;
- A adequação dos equipamentos e recursos pedagógicos às condições de execução da formação;
- O cumprimento do cronograma estabelecido e a assiduidade dos formandos;
- A adesão, reações e nível de satisfação das expectativas iniciais dos formandos em relação à atividade formativa.

Objetivos do Curso

Objetivos gerais
São objetivos do curso explanar aos formandos a metodologia de desenvolvimento do Manual de Equivalentes Alimentares e dotá-los com  conhecimentos teóricos sobre a constituição das tabelas desenvolvidas e práticos necessários à correta utilização do Manual de Equivalentes Alimentares.


Objetivos específicos
No final do curso, o formando será capaz de:
- Perceber os fundamentos teóricos inerentes à criação do Manual de Equivalentes Alimentares;
- Distinguir as duas componentes da tabela de equivalentes desenvolvida: grupo de equivalentes geral e o grupo de equivalentes de alimentos vegetais como fonte de proteína;
- Compreender a metodologia de cálculo de equivalências alimentares;
- Aplicar o Manual de Equivalentes Alimentares na prática clínica com consequente elaboração de planos alimentares de acordo com a exigência da condição clínica.

Programa

Dia

Sessão

Horas

Módulo | Temas

Formador

16

1

2h

  Manual de Equivalentes Alimentares: Princípios e Fundamentos

  Sílvia Pinhão

16

2

2h

  Manual de Equivalentes Alimentares: Aplicação em Casos Práticos

  Sílvia Pinhão


Sessão 1 - Manual de Equivalentes Alimentares: Princípios e Fundamentos | 14h30-16h30

- Definição da ferramenta e importância da ferramenta;
- Metodologia de desenvolvimento do "Manual de Equivalentes Alimentares";
- Tabela geral de equivalentes alimentares;
- Tabela de equivalentes vegetarianos.

Sessão 2 - Manual de Equivalentes Alimentares: Aplicação em Casos Práticos | 16h30-18h30

- Casos Clínicos.

Formadores